segunda-feira, 26 de setembro de 2011

He has green eyes.

The greenest I've seen.

Something between grass-after-rain and the sea-after-storm.

Being neither rain,

nor storm,

they are the shadow of a bridge

over a green lake

Or perhaps

the green I see

is quite as much green

as the brown of his wooden eyes

or as blue as a proud sky

my pretty,
pretty
chameleon...

how should I name you without whispering out loud?

how should I paint you with less colours ..?

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Normatização da Vida Privada

Cap. I Sobre o esquecimento

Artigo 1º Ao esquecido de suas escolhas e razões, se motivado por fato superveniente e inesperado, caberá a escusa pronta e incisiva do eu-me-esqueci.

Artigo 2º Ao esquecido pelas escolhas e razões de terceiro, se motivado pela lembrança inafastável e a certeza inabalável de comprometimento, caberá aceitar, de boa fé, a prontidão do destino.

§1º Quando, de prontidão, o destino se abster do sua obrigação de fazer esquecer, notificar-se-á o fiador tempo.